UNITAANGOLA
Acordos Comunicados Discursos Estatutos Manifesto Memorando Regulamento
Presidente Isaías Samakuva denuncia estratégia subversiva na preparação das autarquias locais em Angola
Assim como em 1975 Angola proclamou a independência sobre a totalidade dos municípios ao mesmo tempo, assim também, em 2020, Angola deve estabelecer as autarquias em todos os municípios ao mesmo tempo.
09/04/2018
UNITA convidada à Convenção Nacional do Partido Popular Espanhol
Decorreu de 6 a 8 de Abril em Sevilha, Espanha, a Convenção Nacional do Partido Popular, que contou com a presença de delegados provenientes de todos os cantos do país, assim como várias delegações de partidos amigos provenientes dos quatro cantos do Mundo, solidários com o trabalho levado a cabo pelo partido que há anos lidera e conduz os destinos deste importante país da União Europeia.
A UNITA estava entre os convidados e fez-se representar pelo seu delegado no Reino de Espanha, Virgílio Samakuva, de acordo com uma nota de imprensa enviada à KUP.

Segundo a nota de imprensa, além das intervenções dos presidentes do Partido de algumas das Comunidades deste país, o prato quente da sessão de abertura contou com uma forte intervenção da Secretaria Geral do Partido senhora Doroles de Cospedal que ao mesmo tempo que se referiu aos éxitos que o Partido tem conseguido durante os anos de governo, não deixou de referir-se aos variadíssimos desafíos que o partido e o Governo tem pela frente para cuja aposta está a sua superação.

De acordo com a fonte, os trabalhos prosseguiram sábado dia 7, em que as delegações estrangeiras foram brindadas com um painel dirigido pelo Secretário das Relações Internacionais com a colaboração do Ministro dos Negócios Estrangeiros, o Presidente e o Secretario Geral da IDC, respectivamente sr. Pastrana e Antonio Lopez Isturiz, durante o qual foi passada em revista entre outros, a situação de luta pela democracia prevalecente na Venezuela.

As delegações estrangeiras, acrescenta a nota, tiveram em seguida um encontro com o Presidente do Partido Popular e Chefe do Governo senhor Mariano Rajoy que se fez acompanhar pela sua Secretária Geral e Ministra de Defesa.
Os trabalhos decorreram toda a tarde do sábado com vários outros painéis que continuaram noite fora, e o encerramento do evento ocorreu domingo com intervenções do Alcalde da cidade de Sevilha, do Presidente do Partido nesta Comunidade e finalmente a do próprio Presidente do Partido e do Governo.

Ler mais
Em destaque
Dr Samakuva fala sobre importância das autarquias locais às Populações do Huambo Declaração Política do Comité Permanente da Comissão Política da UNITA
09/04/2018
30/03/2018
O Presidente da UNITA, Isaías Samakuva cumpre esta segunda-feira 9 de Abril de 2018, o quarto dia de visita de trabalho à província do Huambo, onde se encontra desde a passada sexta-feira, com uma agenda intensa de actividade.
O Comité Permanente da Comissão Política da UNITA, reunido em sessão extraordinária no dia 29 de Março de 2018, sob orientação do Presidente do Partido, Senhor Isaías Henrique Gola Samakuva, para analisar a evolução extraordinária da situação política do nosso País, decidiu, no final do encontro, tornar público a seguinte Declaração política:
SERÁ João Maria de Sousa dono da Procuradoria-Geral da República? Bandidos semeiam terror na zona do ''Papá Simão''
Há uns concursos televisivos em que os concorrentes têm de acertar no nome de determinadas pessoas para ficarem milionários. Se surgisse a pergunta “quem é o procurador-geral da República de Angola”, qual seria a resposta certa? Provavelmente, se respondêssemos “general Hélder Fernando Pitta Grós” não acertaríamos, pois parece que o procurador-geral da República continua a ser o general João Maria de Sousa.
uatro mulheres na faixa dos 20 anos foram mortas, na semana passada, por delinquentes que têm a particularidade de apenas atacar mulheres. Uma situação que tem tanto de terrífico quanto de enigmático para os moradores da zona do ‘Papá Simão’, ao Cazenga.
Risco de Angola pode melhorar mas quadro ainda é muito negativo - Consultora Aon
Kwanza-Sul: SINPROF denuncia violações à lei da greve
 O responsável da estratégia comercial da consultora Aon em Portugal considerou hoje à Lusa que o risco político de Angola pode melhorar a médio prazo, mas que o panorama geral bastante negativa ainda se mantém. Kwanza- Sul - Com algumas zonas consideradas cinzentas pelo secretário executivo provincial do Sinprof do Kwanza-Sul, a greve dos professores está com uma adesão percentual de 98%. A afirmação é do seu secretário provincial Celestino Calembe Lutukuta.
MPLA: Militantes no Talatona exigem afastamento da administradora MPLA apela ao patriotismo dos professores angolanos em greve durante três semanas
A administradora municipal do Talatona, Manuela Maria da Conceição Bezerra, está ser acusada pelos seus auxiliares e membros do secretariado do MPLA naquela circunscrição de quase não fazer para uma boa harmonia entre os militantes e a população em geral. O Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), partido no poder em Angola desde 1975, apelou hoje ao patriotismo dos professores, em greve durante três semanas, e exortou o Governo a encontrar um consenso com os docentes.
Eco do Partido Campo do militante
Líder da UNITA garante fim da discriminação no GIP Batalha do Kuito Kuanavale: O Estratega e a Estratégia que ninguém apaga – Kamalata Numa
O Presidente da UNITA, Isaías Samakuva, trabalhou esta quarta-feira 26 de Julho de 2017, na capital do Bengo, Caxito, tendo discursado para as populações locais. Com a invasão das tropas cubanas em primeiro lugar e posteriormente das forças do Exército sul africano a Angola, aniquilava-se o Acordo de Alvor assinado por Portugal e pelos Movimentos de Libertação de então (a FNLA, o MPLA e a UNITA).
Intolerância
Palavra do Presidente
Presidente Samakuva enaltece heroísmo da mulher angolana
A LIMA encerrou este sábado a quadra festiva alusiva ao seu 42º aniversário, em cerimónia realizada no Complexo Sovsmo, em Viana, na presença de várias individualidades e membros do Partido.

Convidado a proferir o discurso de encerramento da quadra comemorativa, o Presidente da UNITA, Isaías Samakuva começou por agradecer o convite, o programa em si e a presença de várias mulheres que se destacaram na luta de libertação como participes activas.

Depois de fazer referência às lutas das mulheres no mundo pela sua emancipação, o líder da UNITA enalteceu o papel que a mulher enquadrada na LIMA tem desempenhado para merecer um lugar ao sol.

Olhando para a realidade social e económica das populações angolanas, em especial das mulheres, Isaías Samakuva disse acreditar haver maior vontade de se inverter o quadro, tendo convidado os membros do Partido e da LIMA em particular a ir ao encontros das pessoas que sofrem e convencê-las a integrarem o movimento para a mudança.

“Os angolanos podem ter uma vida melhor”, disse o mais alto dirigente da UNITA, para quem é preciso travar batalhas para se conquistar o que se deseja.
Ler mais
grupo parlamentar - actividade
UNITA insiste na criação da CPI sobre dívida Pública
O Presidente do Grupo Parlamentar da UNITA que falava esta segunda-feira, 16 de Abril de 2018, no Complexo Sovsmo em Viana, insistiu sobre a necessidade da criação da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a Dívida Pública.

“Nós tínhamos metido a primeira solicitação, dia 3 de Março, de uma CPI a dívida pública, muito rapidamente e para a nossa surpresa, já tínhamos CPIs, anteriormente remetidas, não tinham sido respondidas, até hoje não foram respondidas, mas houve uma precipitação, na nossa leitura, em indeferir a CPI à dívida pública”, sustenta o líder parlamentar da UNITA.
Segundo Adalberto Costa Júnior a CPI é um dos maiores desafios que pode existire a sua rejeição pelo Partido no poder visa afastar as possibilidades de transparência.
“Nós contestamos o indeferimento. A verdade é que o Presidente da Assembleia remeteu-nos uma carta, onde apesar de no início argumentar sobre o direito de poder ter feito aquele anterior indeferimento, acabou por dar indicação de que se devia, então poder remeter de novo o pedido da CPI, e foi o que nós fizemos, fizemo-lo a cerca de uma semana e meia, entrou formalmente, seguramente actualizado, porque de 3 de Março para a data de entrada muita coisa aconteceu, e alguma das questões que aconteceram até irão dar razão, ao pedido da CPI e a dívida pública, onde o próprio membro do executivo vem a público dizer que, a dívida pública uma boa parte é falsa”, afirmou Adalberto Costa Júnior.
De acordo com o responsável do Grupo Parlamentar do segundo partido mais representado no Parlamento angolano, “quando o executivo vem confirmar aquilo que nós já vínhamos dizendo há bastante tempo, e quando o executivo fala de 25 por cento é porque o buraco é muito maior”.
“Portanto, o nosso interesse mais uma vez é transferir as verbas para o sector produtivo, é transferir as verbas que estão a ser utilizadas hoje no pagamento de uma dívida falsa; para investimento no capital humano, na saúde, na educação, na reconstrução do país, é efectivamente irmos de encontro o interesse do cidadão”.
“Mas o executivo, e a base parlamentar que sustenta, não deve continuar a retardar a boa governação e as expectativas que as populações têm, de que esta transição possa corresponder efectivamente a uma mudança de paradigma; mudanças dos comportamentos”.
Adalberto Costa Júnior Apelou a implementação prática dos bons discursos, e alinhando as actuais exigências do país.
“Porque, de facto, nós vamos observando a muitos discursos, mas a prática ainda está arraigada aos maus hábitos e aos hábitos negativos do passado. Então, é mesmo isto, esta também é uma via de apelo, é uma via de sensibilidade que nós lançamos. Lançamos para quem nos acompanha; seja o cidadão seja o próprio governante, e possamos todos alinhar, todos mesmo definitivamente num país que tem problemas sérios e que não pode perder tanto tempo nem pode continuar a desperdiçar energias”.

Partilhar isto:
Ler mais
L.i.m.a - actividades
LIMA apela Transparência Eleitoral para Salvaguarda da Estabilidade Nacional
Sob o lema “ LIMA- Unida na Mobilização para Vitória, realizou- se em Luanda no dia 10 de Março do ano em curso, a II Reunião Ordinária do Comité Nacional da Liga da Mulher Angolana, organização feminina da UNITA.

O acto de abertura foi presidido por Isaías Samakuva, Presidente da UNITA, e teve como objectivo, avaliar o cumprimento dos programas , decisões e estratégias emanadas no seu III Congresso.

Falando para as delegadas, o Presidente do Partido começou por enaltecer o papel da LIMA, tendo a considerado como uma máquina eleitoral permanente e que tem pela frente apenas quatro meses até a realização das eleições gerais.

Reafirmou ainda o Presidente da UNITA que, “ A mulher integrada na LIMA ocupa uma posição estratégica, pelo que, deverá melhorar a organização partidária e intensificar a mobilização”.

Depois de acalorados debates, as 190 delegadas dos 251 membros que compõe o órgão feminino da UNITA, concluiram que, é preciso apelar que todas as Mulheres participem do processo eleitoral em curso no país, insta aos órgãos encarregues do processo eleitoral, a observarem as normas de transparência e ética para a salvaguarda da estabilidade nacional.

O Comité Nacional da LIMA, condena a exclusão social e intolerância política que assola o país, apoia e encoraja o Dr Samakuva Presidente da UNITA e candidato à presidência da República nas eleições de Agosto próximo.

Orientou os trabalhos a Presidente Nacional da LIMA, Helena Bonguela Abel, e o acto de encerramento coube ao Secretário Geral da UNITA, Franco Marcolino Nhany.

Ler mais
Vídeos
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
Opiniões
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Entrevistas
Facebook Youtube Twitter Contacto
Subscreva Newsletter
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicacão e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
©  Copyright 2002-2013
Quinta-feira, 19 de Abril de 2018