UNITA - ANGOLA
Fonte :
Unitaangola
Presidente da UNITA apela Angolanos ao voto consciente e à verificação dos Nomes
FPU-Mobiliza-mobiliza-eleitores-em-Cacuaco-e-Talatona 30-04-2022.jpg
O líder da UNTA falava durante o comício que presidiu neste sábado, 18 de Junho, na Província do Kuando Kubango, em comemoração aos 50 anos de fundação LIMA, em que considerou o actual combate à corrupção no país, como combate para manter o partido estado no poder, onde defendeu que, o verdadeiro combate vai ser feito por cada um através do voto secreto.

Na ocasião, o responsável do segundo partido mais representado no parlamento angolano, incentivou a todos os cidadãos a verificarem os seus nomes e seu local de votação antes do dia da votação, para que estejam aptos a exercer o seu direito de voto no dia das eleições.

“O Objectivo da Corrupção em Angola é político, é manter o partido estado no poder. Sem a corrupção, e sem corrupção eleitoral o partido-estado não tem condições de ganhar. O estado em Angola, as suas Instituições não representam no seu desempenho o interesse de nós todos. E, não está correcto. Porque é um partido que, não aceita a fazer as reformas das nossas instituições, e particularmente há um parido que não aceita fazer a despartidarização. De quê? A despartidarização das instituições públicas, e é por causa disso que temos”.

Para Adalberto Costa Júnior, “o combate à corrupção do Presidente João Lourenço não pode continuar, nós não podemos permitir, porque este não é um verdadeiro combate à corrupção. Porque, não um combate para libertar o povo, para atacar o problema pela raíz, para libertar verdadeiramente os angolanos da corrupção; é um combate para salvar o MPLA, aí sim”.

Moldura humana presente no comício da UNITA, em celebração aos 50 Menongue anos de fundação da LIMA, na Província do Kuando Kubango, em Menongue
“O verdadeiro combate, por uma Angola, vai ser feito por cada um de vós, através do voto secreto. Não acreditem naquelas histórias que dizem que, “tem um aparelho que está cá em cima e vê tudo, e que quando você meter o teu voto vão saber onde você votou”; é mentira, é mentira, isso não existe. Isso não existe. É assim que se controlam as mentes das pessoas, e o nosso povo está a provar que cresceu, já não tem medo; já não se deixa levar, não se deixa manobrar”.

“E, portanto, nós estamos mesmo aqui a partilhar, vamos todos votar”, apelou o Líder da UNITA.

“E, vamos todos antes de votar, já que o nosso governo não obedeceu a lei, não publicou as listas, vamos todos procurar verificar onde é que o nosso nome está, se está correcto. Vamos pedir aos nossos filhos; os mais velhos vão pedir aos seus filhos para irem com eles, lá nos BUAPs”, encorajou o responsável da maior força política na oposição angolana, acrescentando que, “há também uns aparelhozinhos electrónicos que alguns têm nas ruas, vamos procurar esses lugares; vamos todos confirmar onde é que nós vamos votar”.

Adalberto Costa Júnior apelou ainda, a todos os eleitores a verificarem os seus nomes e local de votação, de forma a evitar-se que seja coartado o seu direito de voto, a exemplo das eleições anteriores.

“Sabem por quê? Porque quando não se publicam as listas é porque corremos o risco de acontecer aquilo que em todas as eleições acontece; todo as: milhares e milhares e milhares e milhares de angolanos inscrevem-se num determinado lugar, quando chegam lá no dia das eleições o seu nome não está. E, como as listas não foram publicadas, é melhor se queremos decidir sobre o nosso destino, o nosso futuro de dignidade, é melhor agora, irmos todos verificar”.

“Temos ainda tempo, mas temos que fazer isto: fazermos nós, fazer os amigos, fazer os parentes, fazer os vizinhos, para que o nosso destino esteja mesmo nas nossas mãos. E, para nos ajudar a podermos construir a Angola mãe que falamos há pouco, uma Angola de todos os seus filhos”, incentivou o Presidente da UNITA.
www.unitaangola.org
C:\Mes Sites\Unitaangola29122013\UNITAANGO_WEB\coqUNITA.jpg
 Publicidade
Obra de Isaías Samakuva
Ex-Presidente da UNITA (2003-2019)
Todos os direitos reservados
Secretariado da comunicacão e Marketing da UNITA
União Nacional para Indepedência Total de Angola
©  Copyright 2002-2020
Sabado, 25 de Junho de 2022